content top

Quem somos

Projeto da Hipermeios Agência de Conteúdo, esse blog reúne um grupo de jornalistas interessados em jogar luz sobre um tema que muito raramente aparece na grande imprensa ou mesmo em veículos segmentados de comunicação: a economia solidária. O conceito é relativamente novo, mas as cooperativas, associações e vários tipos de organizações relacionados à economia solidária no Brasil já representam uma realidade digna de ganhar todas as manchetes.

É uma nova forma de produzir, vender, comprar e trocar que leva em conta valores como a cooperação, o comércio justo, o fortalecimento do grupo, da cultura local, além do profundo respeito ao meio ambiente. Sim, existem pessoas fazendo acontecer essa nova economia. No Brasil, em outros países da América Latina e em várias partes do mundo. É sobre isso que queremos falar. 

Da etimologia da palavra Solidariedade, Solidare em latim significa consolidar, fazer sólido. Essa é a essência do Blog Solidare: por meio da informação, ajudar a consolidar um movimento que se mostra uma alternativa real de geração de renda para uma parcela importante da população, e à competição predatória e desenfreada.

 

Alguns de nós (esse grupo sempre pode aumentar…)

Paula Quental – diretora da Hipermeios, foi repórter, editora-assistentes, editora de alguns dos mais importantes veículos do Brasil, como O Globo, Jornal do Brasil, O Estado de S. Paulo, Jornal da Tarde. Criou e desenvolveu, com Joel Guimarães, a Agência de Notícias Brasil-Árabe (ANBA), a terceira mais premiada de todos os tempos no país, segundo o Ranking Jornalistas & Cia dos mais Premiados Veículos de 2014.

Joel dos Santos Guimarães- jornalista especializado em economia solidária, agricultura familiar, política e políticas públicas. Trabalhou em O Globo, onde esteve por mais de 20 anos exercendo diversas funções, entre elas a de chefe de redação da sucursal de São Paulo. Em 2003, fundou a Agência Meios e a ANBA com Paula Quental. Foi coordenador do projeto por dez anos. Sob sua gestão a agência conquistou 11 prêmios de jornalismo web e alcançou 1,2 milhão de acessos mensais.

José Maschio – atuou em televisão, jornais alternativos e, de 1987 a 2010, foi repórter da Folha de S. Paulo. Foi o primeiro repórter de um veículo nacional a noticiar remessas ilegais, pelas contas CC5, que culminou na CPI do Banestado. De 2011 a 2012 foi professor de jornalismo na UEL (Universidade Estadual de Londrina). Em 2013 lançou, em coautoria com Luiz Taques, o livro-reportagem “Crônica De Uma Grande Farsa”, sobre um esquema de corrupção eleitoral e política no Mato Grosso do Sul, na administração André Puccinelli. Ganhou dois prêmios Vladimir Herzog, com trabalhos coletivos em 1986, pelo Jornal Sem Terra e 1994, pela Folha de S. Paulo.

Inácio França – consultor de comunicação do Fundo das Nações Unidas para a Infância – UNICEF na Amazônia. Foi repórter do Diário Popular (atual Diário de S.Paulo), O Globo e repórter-especial do Diário de Pernambuco. Recebeu os prêmios Cristina Tavares de Jornalismo e Vladimir Herzog de Jornalismo e Direitos Humanos, além de conquistar menções-honrosas nos prêmios Esso, Ayrton Senna e Ibero-Americano de Jornalismo do UNICEF.

Montezuma Cruz – tem sua vivência profissional no Amazonas, Distrito Federal, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Três Fronteiras (Brasil-Paraguai-Argentina), Rondônia e interior paulista. Foi repórter, correspondente, editor, chefe de sucursal e redator no Jornal de Brasília, O Estado do Maranhão, Jornal de Brasília, Diário de Cuiabá, A Gazeta de Cuiabá, O Diário do Norte do Paraná, Folha de Londrina, Revista do Mercosul, O Globo, Jornal do Brasil, Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo.

Apolo Theodoro – jornalista, colunista, cronista, escritor e ator de teatro, trabalhou nos jornais Folha de Londrina e Jornal de Londrina, nas editorias de cultura, política e reportagens especiais; como colunista, criou as colunas “Apologias” e “Praça Londrina” na Folha de Londrina; como cronista, publicou crônicas na Folha de Londrina e é autor do livro de crônicas “Apologias”; como escritor, escreveu Criando a Liberdade e, em parceria com Domingos Pellegrini, Teodoro – um líder sertanejo.

Aline Nogueira de Sá- jornalista formada pela Universidade Municipal de São Caetano do Sul em 2010, também graduada em publicidade e propaganda pela Universidade Metodista de São Paulo, em 2007. Possui experiência em assessoria de imprensa e reportagens para mídia impressa e web relacionadas a temas como movimentos sociais, carreiras, gestão, finanças, sustentabilidade, educação e cultura. Desde 2012 é repórter da Hipermeios.

Mara Sallai – jornalista desde 1979, formada pela Universidade Estadual de Londrina. O primeiro emprego, com salário, durou 4 edições do Jornal Paraná Repórter, editado pela Cooperativa de Jornalistas de Londrina. Inconformada, por natureza, 25 anos de experiência em telejornalismo. Repórter, editora e produtora, em várias emissoras da Rede Globo no Paraná e São Paulo. Mora na Califórnia, USA, há 14 anos.

Claudia Marques de Abreu – jornalista, curadora e produtora cultural. Com mestrado em Curadoria de Museus e Eventos pelo Istituto Europeo di Design (IED), em Roma, foi a responsável pela produção italiana das mostras Mestres do Renascimento. De 2010 a 2013, colaborou com o Festival de Cultura e Arte Brasiliana in Itália, projeto realizado na Embaixada do Brasil em Roma. Como jornalista, curou e organizou os livros San Paolo, desenhos e prosa da cidade, editora Publifolha (2009), Cobre, metal eterno e A história das máquinas – Abimaq 70 anos, ambos produzidos pela Meios Agência de Comunicação, publicados pela Magma Cultura, em 2007 e 2006. Colaborou por cinco anos com a ANBA. Colaborou ainda com a revista Brasileiros, o jornal Folha de S.Paulo, as revistas Isto É Dinheiro e Exame.

Vasconcelo Quadros – iniciou a carreira no interior do Rio Grande do Sul, passando depois por vários jornais de Mato Grosso do Sul e Mato Grosso. Foi correspondente para as regiões Centro Oeste e Amazônia pela Folha de Londrina, O Globo e Jornal do Brasil. Em 1986, transferiu-se para São Paulo, onde trabalhou na Agência Estado, Folha da Tarde (hoje Agora, do Grupo Folha), Diário Popular (hoje Diário de São Paulo), sucursal do Jornal do Brasil (entre 1989 e 2002) e revista IstoÉ. Em 2002 mudou-se para Brasília, onde trabalhou nas sucursais da IstoÉ, Estadão e no Jornal do Brasil. Atualmente é repórter de Política/Brasil, no Portal IG, em São Paulo.

Viviane Monteiro – produz conteúdo jornalístico para internet, impressos e revistas há quase 20 anos, nas áreas de economia e ciência, tecnologia e inovação. Passou pelo grupo Gazeta Mercantil, onde trabalhou quase oito anos, pelo Valor Econômico, DCI e revistas especializadas em economia. Está desde 2011 no Jornal da Ciência, da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC), na cobertura da área científica. Acumula ainda quase sete anos de experiência em assessoria de imprensa, na Companhia de Notícias (CDN). Fez MBA em informações Econômico-Financeiras e Mercado de Capitais para Jornalistas – na Fundação Instituto de Administração (FIA) da USP. Experiência ema cobertura jornalística em São Paulo, Brasília e Rio de Janeiro.